Frente em defesa do Rio São Francisco é instituída

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Foto: Divulgação

Para discutir os riscos de contaminação das águas do principal rio do Nordeste pelos rejeitos oriundos do rompimento da barragem 1 do Complexo Mina do Feijão de Brumadinho (MG), a Assembleia Legislativa de Pernambuco, instalou nesta última terça-feira (12), a Frente Parlamentar em Defesa do Rio São Francisco.

O objetivo do colegiado é discutir e propor ações que minimizem a contaminação do Velho Chicopelos resíduos da lama de poluição, o que afetaria a economia e a vida dos moradores de 521 municípios situados ao longo de sua bacia hidrográfica. A Frente foi criada após aprovação de requerimento de autoria do deputado estadual Lucas Ramos (PSB), escolhido como coordenador da Frente.

Ele terá a responsabilidade de conduzir reuniões, convocar audiências públicas, articular ações integradas com outros poderes e realizar visitas técnicas que resultem na elaboração de um relatório apontando ações que prezem pela preservação da qualidade da água do São Francisco. “Nossa preocupação é com o nível de poluição que chegará ao rio e até que ponto ela vai comprometer a utilização dos seus recursos”, explicou.

“Temos a responsabilidade de garantir a saúde de todos que de alguma forma consomem a água e manter o equilíbrio ambiental em sua bacia para não prejudicar atividades como a fruticultura irrigada, a agricultura familiar, a pesca artesanal, a geração de energia, o abastecimento e o turismo”, detalhou.

De acordo com o deputado, alguns impactos já podem ser percebidos nos ribeirinhos em Minas Gerais. “Já foi verificado mercúrio em trechos do Rio Paraopeba (afluente do São Francisco), causando danos à saúde das pessoas que entram em contato com essa água contaminada”, afirmou.

Lucas Ramos participará, nesta quarta-feira (13) do 58º Fórum das Bacias Hidrográficas que será realizado em Belo Horizonte, representando a Frente Parlamentar. Em seguida, no dia 21, se reúne com a comissão parlamentar instalada no Congresso Nacional criada para discutir o rompimento da barragem da Vale.

“Estaremos em Minas Gerais ao lado do presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco, Anivaldo Miranda, para que o debate também contemple os impactos desta tragédia no Nordeste. Em Brasília, temos reunião confirmada com o deputado Júlio Delgado (PSB/MG), relator da Comissão Especial na Câmara Federal, para incorporar nossa agenda pernambucana a essa luta que é do Brasil inteiro”, resumiu.

Durante a reunião de instalação da Frente Parlamentar foram definidos os nomes dos deputados Fabrizio Ferraz (PHS) como vice-coordenador e Isaltino Nascimento (PSB) como relator. “Parabenizo o deputado Lucas Ramos pela iniciativa de criação de uma frente tão importante para Pernambuco e também para todos os estados do Nordeste. Estamos à disposição e colocaremos todos os esforços para defender o direito dos pernambucanos e, em especial, daqueles que dependem do abastecimento da água do Velho Chico”, declarou Ferraz.

Para Isaltino, o pioneirismo de Pernambuco deve ampliar o debate. “Sabemos o papel e a relevância deste Poder Legislativo e vamos propor a realização de visitas a outras assembleias dos estados que têm o São Francisco como fonte de recursos para estimular a criação de outras frentes, a exemplo do que foi realizado na legislatura passada quando Lucas coordenou os trabalhos em defesa da Chesf”, sugeriu o relator.

Balanço da tragédia – Até o início desta semana, já foram confirmadas 165 mortes após o rompimento da barragem 1 do complexo Mina do Feijão. Outras 158 pessoas seguem desaparecidas e 138 estão desabrigadas. A tragédia ocorreu no início da tarde do dia 25 de janeiro e destruiu o centro administrativo da mineradora Vale, uma pousada e residências localizadas nas proximidades da barragem.

A lama alcançou o Rio Paraopeba e chegou ao reservatório da Usina do Retiro Baixo no último sábado. De acordo com especialistas, deve alcançar a Represa de Três Marias e contaminar as águas do Rio São Francisco entre os dias 15 e 20 de fevereiro.

Do Blog da Folha

Blog do Alberto Alves
Confira: www.blogdoalbertoalves.com.br

Comentários