Edifício do Hotel Central, no Recife, é tombado pelo governo estadual

Decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado no sábado (8) e reconhece valor histórico e peculiaridade paisagística do prédio, no bairro da Boa Vista.

Hotel Central fica no bairro da Boa Vista, no Centro do Recife — Foto: Marina Russel/Secretaria de Cultura de Pernambuco/Divulgação
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O edifício em que funciona o Hotel Central, na Boa Vista, no Centro do Recife, foi tombado pelo governo de Pernambuco. O decreto foi publicado no Diário Oficial do estado no sábado (8).

De acordo com a publicação, o prédio foi tombado devido ao valor histórico, “que guarda peculiaridade paisagística e arquitetônica, sendo o primeiro arranha-céu do estado”. O texto também destaca o prédio como o primeiro hotel de grande porte de Pernambuco.

De acordo com a Secretaria de Cultura de Pernambuco, o prédio foi inaugurado em 31 de outubro de 1928, com 80 quartos e seis apartamentos de luxo. Ao longo do funcionamento, o estabelecimento recebeu hóspedes como Getúlio Vargas, Orson Welles, Carmen Miranda e a tripulação do Graf Zeppelin.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pelos 35,7 metros de altura, o hotel já foi considerado o prédio mais alto do Recife e, nas noites de ano novo, eram realizadas queimas de fogos no terraço da cobertura. O Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco já havia aprovado o tombamento do edifício do Hotel Central em novembro de 2017.

Comentários

PUBLICIDADE