22 de maio de 2019

Notícias

Governo investirá R$ 505 milhões em estradas até 2022

Foto: Heudes Régis /SEI

O governador Paulo Câmara (PSB) lançou, nesta última segunda-feira (20), no Palácio do Campo das Princesas, o Programa de Reestruturação de Malha Viária no Estado: o “Caminhos de Pernambuco”. Com um investimento de R$ 505 milhões até 2022, e 2.000 quilômetros de rodovias recuperadas, o que representa 40% do Estado, já no primeiro ano, o objetivo é garantir mais qualidade de vida e mobilidade à população e trazer ainda mais desenvolvimento ao Estado.

No lançamento do programa, Paulo Câmara destacou a importância dos investimentos para Pernambuco, mesmo em um cenário de crise nacional. “Em um momento como este, em que o Brasil ainda vai demorar muito para dar uma sustentabilidade ao seu crescimento, a situação faz com que seja preciso redobrar a atenção em áreas tão essenciais. Os recursos são poucos, mas precisam ser bem gastos. Vamos priorizar esse investimento nos próximos quatro anos, dando um foco muito forte já no primeiro”, informou Paulo Câmara. “São alcances necessários dentro de um olhar emergencial. Por isso, estamos priorizando neste primeiro ano o que está mais urgente, mas não vamos deixar de olhar tudo o que precisa ser feito nos próximos anos”, acrescentou.

O Programa busca otimizar a gestão do pavimento, priorizando ações de manutenção corretiva e preventiva voltadas para a garantia da trafegabilidade nas estradas, além de maior durabilidade do pavimento. O foco está nos serviços de capinação, desobstrução dos dispositivos de drenagem, requalificação asfáltica, além de sinalização vertical e horizontal. Ao longo de dois meses, cerca de 50 profissionais percorreram todos os 5.554,5 km das estradas pavimentadas do Estado para fazer o diagnóstico a partir do levantamento das necessidades de cada rodovia.

As ações já começaram nesta segunda-feira (20) pela BR-232, com 200 profissionais atuando simultaneamente nos 130 km que compreendem o trecho Recife-Caruaru nos dois sentidos. Em menos de um mês, haverá 24 equipes atuando em frentes de trabalho em todas as regiões. A mobilização envolverá, anualmente, o trabalho de 1.248 profissionais, além de um conjunto de 638 máquinas, como escavadeiras, patrols, caminhões basculantes, entre outros.

A secretária estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, explicou os detalhes do programa. “É um trabalho que visa a garantia e o retardo da degradação. Estamos iniciando pela BR-232, onde já temos também um plano preparado para a restauração. Estamos falando da restauração do pavimento como um todo, que vai durar cerca de dois anos, mas todas as regiões do Estado serão contempladas, e isso tem sido considerado nessa programação. É uma mobilização intensiva”, comentou.

Fernandha apresentou ainda o cronograma do primeiro mês. “Na próxima semana, estaremos com as equipes na Região Metropolitana do Recife, especificamente na PE-15, rodovia de viés urbano, e na região de Salgueiro. No dia 03 de junho, nas regionais de Garanhuns e de Petrolina. No dia 10 de junho, na terceira e na quarta regionais, que contemplam Caruaru, inicialmente aquela rodovia que liga Agrestina à cidade de Altinho, e a região de Ribeirão. E na última etapa dessa mobilização, estaremos na região de Carpina e Sertânia, que têm a maior malha viária em termos de extensão territorial, contemplando localidades importantes, como a rota Floresta – Serra Talhada”, exemplificou a secretária.

As ações propostas foram resultado de análises técnicas que indicaram o tipo de material e a intervenção necessária para cada situação identificada nas estradas. Para otimizar os serviços, as rotas foram traçadas de acordo com a logística de cada região, levando em conta o escoamento de produção, rota turística e, inclusive, fatores climáticos, para a definição do calendário de execução das obras.

Estiveram presentes à solenidade a vice-governadora Luciana Santos, os secretários Dilson Peixoto (Desenvolvimento Agrário), André Longo (Saúde), Sileno Guedes (Desenvolvimento Social, Criança e Juventude), Alberes Lopes (Trabalho, Emprego e Qualificação), José Bertotti (Meio Ambiente e Sustentabilidade), Antônio Carlos Figueira (Assessoria Especial), Zé Maurício (Executivo da Casa Civil, representando o secretário Nilton Mota); os deputados federais Danilo Cabral, Tadeu Alencar e Carlos Veras, e os estaduais Eriberto Medeiros, presidente da Assembleia Legislativa, Diogo Moraes, Sivaldo Albino, Clodoaldo Magalhães, Aglailson Victor, Antonio Coelho, Antônio Moraes, Clovis Paiva, Doriel Barros, Fabrizio Ferraz, Simone Santana, Roberta Arraes, Waldemar Borges e Tony Gel.

Além desses participantes, a prefeita de Surubim Ana Célia Farias, vice-presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), discursou como representante dos prefeitos pernambucanos, muitos que marcavam presença no evento, e celebrou mais essa pauta positiva na agenda do Governo do Estado. “Toda semana é um grande evento, nós que estamos no dia a dia dos municípios sabemos o quanto é importante uma ação como essa num período tão difícil”, disse, agradecida, a prefeita.

‘Alepe Acolhe’ promove inclusão de jovens no mercado de trabalho

Foto: divulgação/Alepe

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) firmou na segunda-feira (20) uma parceria com o Tribunal de Justiça do Estado (TJPE) para implementar o Projeto Alepe Acolhe, que visa promover a inclusão social de adolescentes aptos a adoção no mercado de trabalho por meio de estágios. O lançamento do projeto está previsto para esta quarta-feira (22), às 16h, no plenário da Alepe.

A seleção dos adolescentes, que devem estar na faixa etária dos dezesseis anos e meio, será feita pelo TJPE. A Superintendência geral da Assembleia Legislativa fará a acolhida dos adolescentes, que serão encaminhados à Escola Legislativa para estágios e cursos de capacitação.

O estágio remunerado terá duração de seis meses podendo ser renovado. De acordo com o primeiro secretário da Alepe, Clodoaldo Magalhães (PSB), várias superintendências da Casa estão envolvidas no projeto em especial o presidente Eriberto Medeiros (PP), que aprovou a ideia de forma enfática.

“Já vínhamos construindo um relacionamento com a 2ª Vara da Infância e Juventude e percebemos a necessidade de ampliarmos o que foi feito pela Mesa Diretora do biênio anterior. Avançamos com esse projeto que atenderá os adolescentes que se encontram na iminência de completar 18 anos a entrarem para o mercado de trabalho”, destacou.

Segundo o coordenador da Infância e Juventude do TJPE, desembargador Luiz Carlos de Barros Figueiredo, esse é o segundo convênio firmado na área de adoção entre a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Justiça. “Já teve uma campanha em nível estadual e agora estamos direcionando para um público que é dificílimo, que são jovens com mais 16 anos que, na realidade de hoje, podem ir direto para o tráfico ou para a prostituição. Esse projeto busca tirá-los da marginalidade e é um passo importante que pode servir de modelo para outros estados”, afirmou.

Folha PE

Polícia Federal deflagra Operação Raposa em Caruaru e São Caetano

Foto: Ana Rebeca Passos/TV Asa Branca

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira,21, a Operação Raposa, que visa prender um grupo especializado em tráfico de drogas em Caruaru e São Caetano. A ação é da Polícia Federal e contou com o apoio da Polícia Militar.

Durante a operação serão cumpridos 13 mandados de prisão e 13 de busca e apreensão em Caruaru, São Caetano, Bezerros e Limoeiro, expedidos pela Vara Única da Comarca de São Caetano. Também serãodo cumpridos mandados de prisão preventiva nas Penitenciárias Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, e Desembargador Ênio Pessoa, em Limoeiro, segundo a PF.

Também de acordo com a Polícia Federal, as investigações tiveram início em julho de 2018. Durante a apuração do crime, “além de diversas apreensões de entorpecentes, alguns dos principais integrantes do grupo criminoso foram presos e encaminhamos a penitenciárias estaduais localizadas nos municípios de Caruaru e Limoeiro”.

“Ainda assim, os criminosos foram flagrados gerenciando o tráfico de drogas a partir dos estabelecimentos prisionais, por meio de ordens repassadas aos demais membros do grupo por telefones celulares e durante visitas regulares […]. O que demonstra que algumas mulheres estão tomando a frente no controle das atividades criminosas quando seus maridos são presos em ações policiais”, destacou a PF.

Ministério da Saúde prepara nova campanha de vacinação contra sarampo

O Ministério da Saúde está preparando uma campanha de vacinação contra o sarampo, que deverá ser iniciada em todo o país no dia 10 de junho. A informação foi confirmada pelo próprio ministério.

Neste ano, o ministério já confirmou 83 casos de sarampo no país, sendo 43 deles no Pará, 27 em São Paulo, quatro no Amazonas, três em Santa Catarina, três em Minas Gerais, dois no Rio de Janeiro e um em Roraima. Deste total, 27 são autóctones e todos eles de residentes no Pará. Os demais casos foram importados de outro país ou ainda não foi possível identificar a fonte de infecção. De janeiro a maio do ano passado, o ministério havia notificado 117 casos de sarampo no país, com dois óbitos.

Dos casos importados, 19 deles ocorreram em um surto da doença dentro de um navio de cruzeiro em Santos, no litoral paulista. O mesmo navio também provocou três casos de sarampo em Santa Catarina e um caso no Rio de Janeiro.

O sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa, viral e contagiosa, transmitida pela fala, tosse e espirro. Os sintomas da doença são febre alta [acima de 38,5º C], tosse, coriza, conjuntivite e manchas avermelhadas na pele e brancas na mucosa bucal. A vacinação é a única maneira de prevenir a doença. A vacina que protege contra a doença é a tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola.

As complicações mais comuns do sarampo são infecções respiratórias, otites, doenças diarreicas e doenças neurológicas. As complicações do sarampo podem deixar sequelas, tais como a diminuição da capacidade mental, a cegueira, a surdez e o retardo do crescimento. O agravamento da doença pode levar à morte de crianças e adultos.

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo. Em março deste ano, no entanto, o Ministério da Saúde confirmou à Opas um caso de sarampo endêmico ocorrido no Pará, no mês de fevereiro. Com isso, o Brasil perderá a certificação de país livre da doença e precisará iniciar um plano para retomar o título dentro de 12 meses.

Segundo o ministério, o governo federal estabeleceu a cobertura vacinal como meta prioritária da gestão de saúde no país. Nessa agenda de prioridades, o ministério lançou, em abril, o Movimento Vacina Brasil, buscando reverter o quadro de queda das coberturas vacinais no país dos últimos anos.

Governo lança campanha publicitária pela reforma da previdência

Agência Brasil

Em cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro lançou nesta segunda (20) a campanha publicitária em defesa da reforma da Previdência. Com o slogan Nova Previdência. Pode perguntar, as peças trazem pessoas comuns fazendo perguntas sobre a proposta em tramitação no Congresso. A campanha, que será veiculada em jornais, emissoras de rádio e televisão, internet, mídias sociais, mídia exterior e painéis de aeroportos, rodoviárias e estações de metrô, foi formulada pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) e executada pela agência Artplan. Segundo a própria Secom, serão investidos um total de R$ 37 milhões nas inserções publicitárias, que vão ao ar a partir desta segunda até meados de julho.

Em seu discurso, Bolsonaro fez um aceno ao Congresso Nacional, lembrando que cinco dos seus ministros são oriundos do Parlamento e que ele valoriza o Poder Legislativo, que dará a palavra final sobre a matéria. “Nós valorizamos, sim, o Parlamento brasileiro, que vai ser quem vai dar a palavra final nessa questão da Previdência, tão rejeitada ao longo dos últimos anos. Mas, quando se tem, à sua frente, os números concretos da Previdência, muita gente muda de ideia”, afirmou.

Bolsonaro também fez questão de citar os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, pelo apoio que têm dado à reforma. Dirigindo-se aos parlamentares presentes à cerimônia, o presidente afirmou que está aberto a conversar, o que só não faz mais por falta de agenda. Ele disse, no entanto, esperar que não haja muitas mudanças no texto original da proposta de emenda constitucional enviada pelo governo.

“Só não recebo mais por falta de agenda, mas gostaria de continuar a conversar com o maior número possível de vocês [parlamentares] para que possíveis equívocos, possíveis melhoras nós possamos, junto ao Parlamento brasileiro, buscar [resolver]. Se bem que, pretendemos que nossa reforma saia de lá com menor número possível de emendas aprovadas”, acrescentou.

Campanha

Segundo o chefe da Secom, Fábio Wajngarten, pessoas comuns, que não eram atores, participaram com perguntas do que seriam as principais dúvidas sobre a reforma da Previdência. Na campanha publicitária, essas dúvidas são respondidas por apresentadores em estúdio.

“Toda a campanha vai ser ancorada nesse guarda-chuva da ‘Nova Previdência, pode perguntar’. A campanha exibirá transparência, confiança e credibilidade. Todas as peças publicitárias serão compostas desse selo ‘essa é a verdade’, para contrapor à enxurrada de fake newsque o tema vem enfrentando”, afirmou durante a cerimônia de lançamento.

A campanha também utilizará comunicadores famosos, por meio do chamado merchandising, no convencimento sobre os pontos da Nova Previdência no rádio e na TV. Os merchandisings terão a mesma dinâmica das demais peças: perguntas e respostas. “A expectativa é de que, com o apoio dos comunicadores, a mensagem chegue mais facilmente aos públicos mais sensíveis à proposta e que ainda não conhecem detalhes da PEC”, diz a Secom, em nota.

Necessidade

“É o primeiro governo que, antes de mandar a proposta de emenda constitucional, mandou uma Medida Provisória para combater fraude [na Previdência]. Isso é inédito. Depois, mandou uma medida para atualizar a cobrança dos devedores”, afirmou o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Ele voltou a argumentar que, sem as mudanças nas regras de aposentadoria e pensões, o Brasil corre os mesmos riscos de países como Portugal e Grécia.

“O sistema de repartição brasileiro era um navio ou avião com o casco furado, que precisava ser consertado. Falha da nossa geração, que precisa ser reparada, para que o Brasil não seja como Portugal, que do dia para noite cortou 30% das pensões das viúvas. Ou, como a Grécia, que ficou esperando a mão estendida da União Europeia, e a União Europeia ficou olhando a Grécia cair no piso e a mão até agora não foi estendida. Então, a campanha que se inicia agora é a campanha em favor de todos brasileiros”, acrescentou.

Mais cedo, em agenda no Rio de Janeiro, Bolsonaro disse que se a reforma da Previdência não for aprovada, em cinco anos já não haverá recursos para pagamento de servidores na ativa.

Fernando Rodolfo segue articulando de olho no futuro

Em clima de pré campanha, seguem as especulações em cima do destino dos prefeituráveis de Caruaru, nesta segunda-feira, 20, o deputado federal Fernando Rodolfo (PR), esteve com o empresário Tonynho Rodrigues (SD), filho do deputado e ex-prefeito Tony Gel (DEM). Na conversa, entre os jovens políticos, o futuro da maior cidade do interior do estado.

Será que teremos novidades em breve?  Vamos aguardar!

Feira livre do bairro Boa Vista será totalmente requalificada

Além de todo espaço para os feirantes, a requalificação contempla também áreas de lazer e espaços de convivência

A Prefeitura de Caruaru deu início, conforme publicação no Diário Oficial, ao edital de licitação que contempla o projeto de requalificação da feira livre dos bairros Boa Vista I e II. A obra prevê execuções nos pisos, calçadas, construção de coberta metálica, quiosques, baterias de banheiros, tratamento paisagístico, novas instalações elétricas e de iluminação, compreendendo uma área de 18.350 m² e chegando a atender mais de 800 bancos.

Além da requalificação no próprio espaço da feira, o projeto também conta com equipamentos de esporte e lazer no entorno do campo de areia, área esta já integrada ao pátio da feira, com espaços dedicados à alimentação e ao bem-estar da população. Estão planejados quiosques, mesas de convivência, renovação da área do campo de futebol, com inserção de novos equipamentos de ginástica, além da ampliação da pista de cooper que envolve todo o perímetro da feira.

“A nova estrutura visa melhorar o espaço de atendimento dos feirantes, proporcionando mais qualidade para comercialização de seus produtos e a relação com seus compradores, além de revitalizar e ampliar um equipamento público de lazer no coração dos bairros Boa Vista I e II”, explica o secretário de Obras, Rodrigo Miranda.

A requalificação está orçada em R$ 4.751.679,83 milhões, tendo o prazo de execução de até oito meses, a contar da data de início da obra. A abertura do processo licitatório está prevista para o dia 14 de junho.

Deputado sergipano visita Feira da Sulanca

Na manhã desta segunda-feira (20), o deputado sergipano Dilson de Agripino ( PPS-SE) esteve em Caruaru para conhecer à Feira da Sulanca e alguns empreendimentos privados, entre eles, o shopping Fábrica da Moda, localizado no Parque 18 de Maio. O deputado esteve acompanhado do ex-prefeito de Tobias Barreto (SE), Antônio de Nery. Eles foram recepcionados pelo presidente da Associação dos Sulanqueiros, Pedro Moura.
O deputado que também já foi duas vezes consecutivas prefeito da cidade de Tobias Barreto, falou com nossa equipe de reportagem. “Já fui do Poder Executivo e hoje estou no Legislativo. Vim conhecer essa experiência maravilhosa que é a Feira da Sulanca de Caruaru e alguns empreendimentos. Percebi que a parceria entre o setor público e o privado, melhorou muito as condições de quem compra e quem vende seus produtos.
O sergipano gostou do que viu. “Fiquei impressionado com a organização na Feira da Sulanca no setor da Fundac. A capacidade de gerenciamento da prefeita Raquel Lyra mostrou que é possível esses dois setores (publico e privado) caminharem juntos. Na nossa cidade natal (Tobias Barreto) muita gente vem comprar e vender aqui em Caruaru. Nós também temos uma ligação forte com a confecção e produção de mosqueteiros”, disse o deputado Dilson Agripinino.
Segundo ele, a idéia de vir à Caruaru faz parte de um levantamento para melhorar esse setor na sua cidade natal e também em todo estado sergipano. A idéia é iniciar um projeto que visa privatizar algumas feiras e mercados. “Ainda estamos estudando o modelo. Mas esse é um setor que caminha melhor com o setor privado tomando conta. A Feira da Sulanca da Fundac aqui é um exemplo”, analisou o deputado.
Para o presidente da Associação dos Sulanqueiros, Pedro Moura, ‘hoje a sulanca de Caruaru vive um novo tempo’. “Realmente temos muito o que comemorar aqui em Caruaru. A segurança do feirante vem aumentando a cada dia com as obras que estão sendo feitas. O principal avanço para nosso setor foi a requalificação do setor da Fundac”, destacou o presidente. “Uma obra da iniciativa privada e que só foi possível graças à determinação da prefeita Raquel Lyra. Nosso foco agora está nas melhorias que estão ocorrendo no setor da Brasilit”, completou.
Ele destacou alguns avanços entre eles, melhoria das calçadas, construção de baterias sanitárias e na iluminação. “Hoje toda feira recebeu lâmpadas de led e um trabalho de melhorias nas calçadas que foram requalificadas, melhorando a acessibilidade de todos. Vamos ter uma reforma ampla na Casa Rosa (prédio histórico) e também nos mercados de Carne e Farinha. Isso vai deixar o fluxo da Feira de Caruaru melhor para turistas e os compradores que chegam semanalmente na Sulanca”, finalizou PedroMoura.
Mais Informações
Massa Comunicação & Assessoria
(81)-99631-9959(Tim e zap)
(81)99104-9804 (Vivo)

Mandatos de Raquel e todos os vereadores podem ir até 2022

O Relator na CCJ – Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara Federal, deputado Valtenir Pereira (MDB-MT), emitiu parecer favorável, em relação ao entendimento da PEC 376, de 2009, de autoria do deputado federal Ernandes Amorim (PR), que estabelece a coincidência geral dos pleitos para todos os mandatos eletivos, aumenta de 8 para 10 anos, o mandato de Senador, estabelece o mandato de 5 anos para todos os cargos eletivos e põe fim ao instituto da reeleição para os cargos do poder executivo.

Caso a regra passe a valer, as eleições de 2020 serão canceladas e os prefeitos e vereadores terão seus mandatos alongados até 2022. Também é pedido o fim da reeleição para cargos do Executivo e o direito de apenas uma recondução para senadores. Valtenir pediu que seja criada uma comissão especial para continuar debatendo o assunto.

Com isso, Raquel Lyra e os 23 atuais vereadores teriam mais dois anos anos de mandatos.Além de diminuir os custos com o processo eleitoral, Jucá argumenta na justificativa da PEC que a unificação das eleições também garantiria maior transparência para o eleitor.

Pernambuco inicia recuperação de rodovias do estado

Foto:Leandro de Santana/Esp.DP

Pernambuco inicia nesta segunda-feira (20), um trabalho de recuperação das rodovias que cortam o estado. O programa Caminhos de Pernambuco, pretende realizar obras em 5.554 quilômetros de estradas e inicia os trabalhos nos dois sentidos da BR-232 entre Recife e Caruaru. O projeto engloba ainda outras 364 rodovias, que devem passar por obras até dezembro de 2022. O orçamento é de R$ 505 milhões.

Segundo a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos do estado, Fernandha Batista, critérios de planejamento levaram a BR-232 a ser priorizada em relação a rodovias como a PE-545, em Bodocó, no Sertão do estado. Há mais de um ano sem uma ponte que dá acesso à cidade, os moradores do município utilizam um desvio para entrar e sair da região.

“O programa se baseia em um planejamento detalhado. É um trabalho importante que vai ser feito na BR-232, que vai ter um aumento significativo do fluxo no São João. Uma das metas prioritárias é a construção da ponte de Bodocó até dezembro, com previsão de ordem de serviço em junho”, afirma.

A PE-149, que dá acesso a municípios como IbirajubaLajedo e Altinho, no Agreste, também apresenta falta de conservação e riscos a motoristas e pedestres. A ausência de acostamento e o mato em excesso são alguns dos problemas da rodovia. Apesar de soluções paliativas como a Operação Tapa Buraco, é visível a necessidade de reparos permanentes na estrada.

“A Operação Tapa Buraco é um formato mais simples de ser contemplado. Em relação à PE-149, teremos equipes mobilizadas nessa localidade. O início das obras está previsto para 10 de junho”, afirma Fernandha.

Até 17 de junho, a previsão é ter 1.248 profissionais atuando na recuperação de rodovias em todo o estado, fazendo manutenções corretivas e preventivas nas estradas sob responsabilidade estadual.

“É um programa que tem sido monitorado pessoalmente pelo governador Paulo Câmara”, diz a secretária. No primeiro ano de execução do programa, a expectativa é recuperar 2 mil quilômetros de rodovias.